Por meio do nosso fundador, Édis Milaré, considerado o mais importante doutrinador do Direito Ambiental no Brasil, são lançados periodicamente no mercado jurídico um significativo número de artigos científicos.

Dia Nacional da Mata Atlântica

Fruto de um decreto federal de 1999, o dia nacional da Mata Atlântica, celebrado em 27 de maio, é uma referência à “Carta de São Vicente”, escrita, no século XVI, pelo padre José de Anchieta: um dos primeiros registros da diversidade das florestas tropicais nas Américas. Ao marcar a importância da conservação de um dos biomas mais biodiversos e, ao mesmo tempo, mais ameaçados do país, a data também traz à baila, neste ano de 2022, a urgência frente a seus impactos globais. A manutenção dos remanescentes florestais de Mata Atlântica presentes, ainda que de forma fragmentada e cada vez mais escassa, em 17 estados brasileiros, abarcando cerca de 72% da população e de 70% do PIB nacional, é fundamental para a produção de alimentos, o fornecimento de energia elétrica, o turismo, o abastecimento de água, a regulação climática.

Serra Fina, Parque de Itatiaia (Rio de Janeiro / Minas Gerais / São Paulo)

error: Conteúdo Protegido !!